sexta-feira, 22 de setembro de 2017



AGAPAN : 10 ÁRVORES POR DIA !!!

Neste Dia da Árvore, queremos comemorar a existência desses seres essenciais à vida. Mas também deixamos nosso registro de tristeza e denúncia ao verificar que a cada dia são cortadas, em média, 10 árvores em Porto Alegre. Foram mais de 30 mil árvores suprimidas nos últimos dez anos, 3.575 somente em 2016. É uma lástima que a nossa sociedade e, principalmente, o poder público municipal ainda não percebam a importância da arborização urbana, bem como a necessidade de ampliar a permanência das árvores em nosso dia a dia. Outra aspecto que muito nos deixa tristes são as podas mal feitas que mutilam e levam nossas árvores a adoecerem e, aos poucos, desaparecerem.
A primeira grande luta da Agapan foi justamente para acabar com as podas indiscriminadas, que impediam nossas árvores de dar flores, deixando a cidade cinza. A luta da Agapan não foi em vão. Aos poucos, Porto Alegre foi transformada na capital mais arborizada do Brasil, posição que durou por muitos anos. Infelizmente, com a complacência de várias gestões municipais incapazes de perceber o vital serviço ambiental fornecido pelas árvores, esse cenário está regredindo e Porto Alegre corre sério risco de voltar a ser cinza e adoecer. 

Estamos atentos e continuaremos lutando, com apoio de parte da sociedade consciente, para que a nossa cidade volte a florescer, transformando-se em uma grande e gigantesco canteiro urbano de árvores para melhorar a qualidade de vida da nossa comunidade.   


Nesse sentido, diante desses ataques crescentes das motosserras, estamos lançando a página Arboricídio Poa. Ela ficará disponível no blog da Agapan com informações sobre o avanço dos cortes de árvores em Porto Alegre, que, no ritmo atual, corta aproximadamente dez árvores por dia, infelizmente.

Até hoje (21/09), conforme projeções com base na média anual dos últimos dez anos, 2.640 árvores já foram cortadas neste ano de 2017.

Precisamos mudar isso.


22/09/2017
Queridos leitores do Grito do Bicho
Confiram nossas postagens de hoje na página principal de 
www.ogritodobicho.com ou diretamente nos títulos abaixo:
Não deixem de compartilhar e opinar nas publicações. Todos gostam muito de ler os comentários de outras pessoas.
Abração a todos e obrigado pelo carinho com nosso trabalho.
sheila moura

EcoDebate - Edição 2.836 de 22 / setembro / 2017

Desejamos a todos(as) um bom dia e uma boa leitura
Compreendemos desenvolvimento sustentável como sendo socialmente justo, economicamente inclusivo e ambientalmente responsável. Se não for assim não é sustentável. Aliás, também não é desenvolvimento. É apenas um processo exploratório, irresponsável e ganancioso, que atende a uma minoria poderosa, rica e politicamente influente.” [Cortez, Henrique, 2005]